O que você gostaria de saber sobre benefícios do chá: Catequinas!

Mah oe!!! Nós pedimos laáá no Facebook da Infusorina o que vocês gostariam de ler aqui no blog, vocês responderam e cá estamos! Inaugurando uma série de posts inspirados nos comentários. OBRIGADA! ♥ Nada como falar com quem quer ouvir e transmitir o que queremos receber, né?

Vamos lá:
Que o chá é uma bebida amplamente consumida, ♥ você já sabe! Mas será que sabe tudo, tudinho sobre o chá?

catequina
Matcha, fonte de catequina, na cerimônia Japonesa Chanoyu por Erika Kobayashi – imagem arquivo pessoal.

Não? Não se preocupe, a gente também não! 😀 Mas, o pouco que sabemos, vamos compartilhar com você nessa série linda sobre os benefícios do chá! Começando pela queridinha catequina (S).

Primeiro precisamos entender o que são!
A catequina é um fitonutriente de subclasse dos polifenóis (flavonóides). Inúmeros estudos demonstram que as mesmas estão presentes no metabolismo da Camellia sinensis – a planta do chá,  atuando como fonte de defesa da planta. Em resumo: as catequinas são fonte de saúde para a plantinha do chá e, de quebra, é uma das chaves de saúde para nós, que temos a honra de sorver uma xícara dessa bebida milenar e cheia de amor para dar.

Mas, não é só isso. Para que possamos compreender melhor, podemos ver abaixo o grupo de catequinas presentes na Camellia sinensis:


catequina
Imagem da internet.

Com isso, logo vem a pergunta: Catequinas, o que fazem, para que servem, como vivem em mim?

As mesmas estão presentes em até 8% nas folhas secas do chá, que varia muito dependendo do método de cultivo que essas plantas receberam. Mas como regra geral, a catequina está presente em maior parte no chá verde, ao contrário do que muitos pensam (a exemplo do chá preto), pois o chá preto passa em seu processo por um alto nível de oxidação, enquanto o chá verde, não, ou seja, as catequinas permanecem intactas em suas folhas. Sendo assim, as catequinas se concentram aproximadamente da seguinte forma: são 30% dos polifenóis de um chá verde e 11% dos polifenóis de um chá preto (xíc.).

Sua participação em uma xícara não necessariamente será despontada através da temperatura da água, e sim, pela qualidade (cultivar, conservação) do chá consumido. Mas, de qualquer forma, o chá verde lidera a fonte de catequina. ♥

Pois bem, aqui está: além de proteger a planta, elas são as maiores responsáveis pelo poder anticâncer do chá, que ajuda a previnir doenças cardiovasculares (junto com os taninos – falaremos em outro post), a pasmem: colaboram no retardamento do envelhecimento. São substâncias 100% mais eficazes que a vitamina C e 25% mais eficazes que a vitamina E.

Renata, qual blend da Infusorina tem maior concentração de catequina? Unânime: Amaranto.
E de nossas marcas representadas? Unânime: chá verde Amaya. ♥ 🙂
catequina
Coloque a catequina na sua vida e seja feliz! \o/

Um beijo com chá, Renata.

Fontes: http://pt.wikipedia.org/wiki/Catequina | Tea History, Terroirs and Varieties book.

 

Compartilhe
FacebookGoogle+TwitterEmailGoogle GmailPinterestLinkedIn